A meta pode parecer ousada, mas teve um grupo que não se intimidou. Aceitou o desafio para ler (ou reler) a Bíblia Sagrada dentro do prazo de 100 dias. A iniciativa foi trazida para a IEQ  pela diretora do ITQ-Pedreira 1 e vice-presidente da SBB no Pará, Pra Magna Mosser. “Ano passado foi feito um plantão de leitura da Bíblia, lemos tudo em uma semana!”, conta. Para este ano o prazo foi ampliado para 100 dias, começou no dia 6 de setembro e terminou em 8 de dezembro. O convite foi enviado para mais de mil pessoas através de linha de transmissão do whatsapp.  

 

A iniciativa inspirou a SBB a criar o #100DiasNaPalavra com base na dinâmica que a Pra Magna desenvolveu na IEQ, em que a cada dia eram lidos de 11 a 12 capítulos. “Na hora de certificar os participantes, pedi o apoio da SBB e fui surpreendida com a criação projeto que agora está disponível no site deles. As pessoas de fora da IEQ e até do Estado puderam emitir seus certificados online”, comemora.  

 

No site da Sociedade há outros métodos de que trazem o objetivo de mudar a ideia de que a leitura da bíblia deve começar sempre a partir de Gênesis. Formada por um conjunto de livros, a ordem pode ser feita de várias formas, sempre com foco na leitura anual, organizada em porções ou temas específicos. No site da SBB você pode acessar planos com opções de download <www.sbb.org.br/conteudo-interativo/planos-de-leitura-da-biblia/>

A conclusão dos 100 dias de leitura foi comemorada no dia 8 de dezembro e serviu para lembrar o Dia da Bíblia. Durante o culto da manhã de domingo os participantes receberam do Pr. Josué Bengtson, certificado com selo da Sociedade Bíblica “Leitores da Bíblia”.